FILTRO ÓTICO AZUL COM 37 MM DE DIÂMETRO PARA MICROSCÓPIOS BIOLÓGICOS - CÓDIGO B-FAZ37

R$13,21

12x de R$1,25
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Logística Rua Raposo Tavares, 1218 - Pilarzinho - Curitiba/PR Retiradas de Segunda à Sexta das 9h00 às 12h00 e 13h00 às 17h00.
    Grátis

FILTRO ÓTICO AZUL COM 37 MM DE DIÂMETRO PARA MICROSCÓPIOS BIOLÓGICOS - CÓDIGO B-FAZ37

O filtro azul é um elemento essencial para qualquer cientista que trabalha em aplicações típicas de microscopia e que precisa melhorar a iluminação do microscópio para obter uma resolução mais alta e uma imagem mais clara.

Aumento da resolução
Ao tentar aumentar a resolução, o maior efeito pode ser alcançado diminuindo o comprimento de onda de luz utilizado ao observar através do microscópio, em comparação com outros métodos comuns, como a mudança do ângulo de incidência ou índice de refração. Como o comprimento de onda mais curto da luz visível é azul, todos os microscópios agora incluem um filtro azul.

Exames de sangue
Quando há baixos níveis de luz, é aconselhável inserir um filtro azul no condensador do campo brilhante para observar amostras como uma camada seca de sangue. Normalmente nestas condições a lâmpada cria um efeito de amarelamento na lâmina, o que pode afetar negativamente as observações e a interpretação dos dados. Devido a seus comprimentos de onda curtos, os filtros azuis alteram o efeito da lâmpada, fazendo com que a luz assuma uma tonalidade próxima ao branco natural e projetando uma imagem verdadeira da amostra.

Ampliação com detalhes
A ampliação simples e sem aprimoramento de detalhes é inútil para revelar a estrutura de pequenos objetos. A filtragem da luz através de um único comprimento de onda aumenta a abertura numérica, produzindo uma imagem que é ao mesmo tempo ampliada e clara. Os filtros azuis atingem uma capacidade de resolução de 200 nanômetros, que é a resolução máxima na qual dois objetos podem ser observados simultaneamente sem ter uma aparência embaçada ou parecerem um único objeto.

Iluminação Rheinberg
Os filtros azuis são geralmente usados em microscopia de campo brilhante; no entanto, uma técnica de iluminação de campo escuro emprega filtros azuis inseridos atrás do condensador a fim de colorir os raios de luz de alta abertura usando uma tonalidade diferente da dos raios de luz de baixa abertura. Isto aumenta o contraste entre um espécime e seu fundo. É importante lembrar que este método é afetado pela baixa resolução aparente e muitas vezes também pela baixa intensidade de luz na imagem final de certos espécimes.

COR:
Azul

MATERIAL:
Vidro

DIÂMETRO:
37 mm

ESPESSURA:
4 mm

COMPATIBILIDADE:
Microscópios biológicos

APRESENTAÇÃO:
Unitária

NCM:
9002.20.90 (IPI 15%)

CÓDIGO: B-FAZ37
MARCA: BIOVAL

Enviamos suas compras

Entrega em todo o país

Pague como quiser

Cartões de crédito ou à vista

Compre com segurança

Seus dados sempre protegidos